Semana do Trânsito: Dicas de como agir

Compartilhe:Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone

O Dia Nacional do Trânsito é comemorado no dia 25 de Setembro

Esta data está incluída na Semana Nacional do Trânsito, que este ano acontece entre 18 e 25 de Setembro.

#Fica a Dica: O Dia Nacional do Trânsito foi criado a partir do Código de Trânsito Brasileiro, em Setembro de 1997. Como objetivo, esta data prioriza a realização de eventos que conscientizem as pessoas em relação ao trânsito. Os temas a serem tratados são escolhidos pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

As pesquisas comprovam: o trânsito brasileiro está complicado. A quantidade de motos e veículos nas ruas é crescente. Em 10 anos, as vendas de moto dobraram no mercado nacional. E não é só isso. É necessário que a convivência entre os veículos seja harmoniosa e que as medidas de segurança sejam levadas a sério. Vidas estão em jogo.

Muitas escolas utilizam desta data para enfocar com os estudantes a importância da Vida, de atitudes corretas no Trânsito. Entre muitos professores que priorizam este assunto, está a Professora Milena Boaro, 33 anos, professora há 14 anos e, atualmente, leciona no Colégio Marista Pio XII, de Novo Hamburgo.

eu

Priorizo ensinar, através de atividades lúdicas, questões práticas do dia-a-dia dos estudantes, como: uso do cinto de segurança, respeito ao semáforo, respeito à faixa de segurança e ao ciclista, por exemplo. Acredito que agregando ações educativas e preventivas, as crianças passam a ser também fiscais de trânsito da sua família, garantindo assim, o respeito ao outro de acordo com o projeto desenvolvido: Pessoas inteligentes fazem um trânsito seguro. Entre os valores necessários para a segurança no trânsito, trabalhamos a responsabilidade. Seja você o condutor, o ciclista ou o pedestre, você é responsável por uma prudência e a consciência de seus atos. Conhecendo as regras e a sinalização de trânsito as crianças passam a cobrar dos pais o que aprenderam em aula. Isso é muito legal!”

Importante: É preciso existir a convivência em harmonia dos condutores

Com o objetivo de prevenir acidentes leia estas dicas, afinal, até quem acha que já sabe tudo, sempre tem algo para aprender!

CAPACETE

Sabe-se que o uso do capacete é obrigatório e estar sem ele é uma infração  e gera multa. Os capacetes permitidos são: o integral – totalmente fechado; o misto com proteção removível para o queixo; o modular – com frente móvel e o aberto – sem queixeira.

#Fica a Dica: O capacete do tipo coquinho, aquele que não protege a nuca é proibido. Importante: é necessário apresentar o selo do Inmetro e observar o prazo de validade. Não esqueça dos outros equipamentos de segurança, que também são importantes, tais como luvas e botas.

SINALIZAÇÃO NO ASFALTO

As faixas pintadas no asfalto ruas chamam-se horizontal. Elas ajudam e orientam o motorista/motociclista, porém, ainda há quem  não as use em seu benefício, talvez por não conhecer seu significado ou simplesmente por desrespeito, podendo ser multado e, na pior das hipóteses, causar acidentes.

#Fica a Dica 1:

*Se a linha dupla contínua amarela dá a mesma informação da linha simples contínua amarela… então por quê ela é dupla?

Porque significa extremamente proibida a ultrapassagem. Indica local perigoso, tais como: curvas, pontes, viadutos, túneis e até mesmo lugares com pouca visibilidade, como subidas e lombas. Resumindo: Na linha simples contínua amarela é proibido ultrapassar. Na linha dupla nem pensar!

#Fica a Dica 2:

*E quando têm linhas brancas, o que significa?

*Estas vão estar sempre em vias de sentido único de direção e as tracejadas possibilitam a mudança de faixa, mas as contínuas proíbem esta mudança.  Resumindo: Você deve prestar atenção nas faixas, sejam elas amarelas (de onde vem veículo no sentido contrário) ou nas brancas, onde o sentido é único. Atenção evita multas e, principalmente, acidentes.

As faixas delimitam o espaço entre uma pista e outra e podem ajudar bastante os motociclistas. Uma dica é parar sobre elas nos semáforos porque se parar atrás do carro, o outro condutor pode não ter tempo para frear e bater na traseira da sua moto. E, por último, somente faça a ultrapassagem pela esquerda e não esqueça de sinalizar.

ATENÇÃO NUNCA É DEMAIS

Nunca subestime os perigos que o trânsito apresenta. Cuidados mínimos são necessários, desde não atender o telefone enquanto estiver dirigindo até prestar atenção nos demais veículos e pedestres. E não esqueça: respeitar a sinalização e obedecer as placas é fundamental.

MANOBRA COM SEGURANÇA

Utilidade pública: só ultrapasse pela esquerda. Além disso, sempre preste muita atenção. Tenha a visão de todos os veículos e utilize a sinalização. Mantenha a distância necessária para realizar a manobra com segurança. Lembre-se: as motocicletas são mais rápidas e as ultrapassagens mais perigosas. Nos cruzamentos sempre reduza a velocidade, pois se for preciso frear fica mais fácil.

TORNE-SE VISÍVEL

Leve sempre em consideração que precisa estar visível para os demais motoristas. Tente não trafegar nos pontos cegos dos carros. Mantenha os faróis acesos sempre.

RESPEITE A DISTÂNCIA REGULAMENTAR

Uma pequena distância pode salvar muitas vidas. Nunca grude no veículo da frente, para poder ter tempo para frear diante de um imprevisto. Curiosidade: O tempo de reação quando o piloto enxerga o obstáculo até tomar uma atitude para evitar um acidente é de 0,75 centésimos, de uma forma geral.

CHOVENDO, E AGORA?

Em caso de chuva, aumente a distância em relação ao veículo que trafega na sua frente, afinal, em via molhada o atrito do pneu com o asfalto diminui. Curiosidade: Com chuva e pista molhada o tempo de frenagem é duas vezes maior do que em condições normais. Lembre-se de calibrar os pneus.

BEBIDA

Ditado mais que batido: se beber, não dirija! O efeito do álcool diminui os reflexos. No trânsito, atenção e reflexo é fundamental. Quem for pego dirigindo alcoolizado sofre com a infração: 7 pontos na carteira e multa de R$ 1.915,40.

VALORES

Cumprir a legislação também vai gerar economia! Existem vários tipos de infrações e não variam muito dos motoristas de automóveis para motos. As multas variam de leve a gravíssima e podem ir de R$26,60 e chegar até R$ 1.915,40.

SEGURANÇA

Curiosidade: é obrigatório que todas as motos saiam da montadora com kit antifurto instalado? Com o objetivo de  diminuir o índice de roubos, o condutor não tem escolha: precisa pagar pelo equipamento. Só que pode optar ou não pela ativação deste serviço de localização e de bloqueio, basta pagar um valor a mais.

SEGURO DPVAT

Qualquer vítima de acidente de trânsito tem direito à indenização do seguro DPVAT. Cabe frisar que independe da apuração de culpados ou de pagamento em dia. A indenização é para mortes, invalidez total ou permanente e despesas médicas. Ele não cobre indenizações por danos morais, materiais e despesas provindas de ações judiciais contra o causador do acidente.

RECALL

Recall significa que um problema foi achado e precisa ser reparado. Falando-se em motos, o conserto pode sim, evitar muitos acidentes. Para isso, atente caso seu modelo recebeu convocação das empresas e/ou por ordem judicial. Marque o reparo o quanto antes, para garantir a sua segurança e dos outros.

CÓDIGO

No caso de acidentes serem causados por falha mecânica ou até mau funcionamento da motocicleta, estes podem ser considerados acidentes de consumo. O Código de Defesa do Consumidor estabelece que, nesse caso, as empresas sejam as responsáveis pelos danos materiais e morais. O proprietário pode negociar a reparação e, caso não tenha sucesso, deve entrar com uma ação judicial.

GENTILEZA

Gentileza gera gentileza. O trânsito, por mais caótico que esteja, não pode ser encarado como uma competição entre condutores de motos e carros. Não é necessário discutir quem é culpado pelos acidentes e, sim, tentar evitá-los. Lembre-se: o erro do outro não justifica o seu e que a raiva é passageira, mas os danos podem ser permanentes. Faça sua parte!

 

Masada_Logo_194x50

Já conhece a Loja Virtual Masada?

Compartilhe:Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone